As revoluções tecnologias chegaram à gestão de frotas. Conheça as ideias mais inovadoras para melhorar a logística nos transportes.

Notícias

As sete maiores inovações tecnológicas para frotas

Em 16 de outubro é comemorado o Dia da Ciência e Tecnologia, em homenagem não só às grandes invenções da humanidade, mas também aos cientistas que dedicaram suas vidas e seus trabalhos para que as inovações chegassem ao mercado.

É inegável que o avanço da ciência proporciona mais conforto e segurança ao nosso dia a dia. E isso não é diferente no trabalho. As grandes invenções acabam por aumentar a agilidade e a produtividade das empresas ao conseguirem aliar ao trabalho os avanços tecnológicos.

Por isso, para comemorar as invenções e seus cientistas, vamos listar as dez maiores inovações que auxiliam os gestores de frotas e o setor de transporte e logística.

7. Sistemas que evitam colisões

Esses sistemas são uma ferramenta valiosa tanto para dar mais segurança aos motoristas e à carga quanto para evitar custos de reparação. Os sistemas mais inovadores enviam, por exemplo, alertas visuais ou sonoros sobre possibilidade de colisão em ultrapassagem ou mudança de faixa.

6. Diagnósticos remotos

Gestores de frotas conseguem saber, a qualquer hora e em qualquer lugar, como estão a produtividade, as viagens e os veículos ociosos da empresa em relatórios entregues em tempo real por sistemas inteligentes.

Um dos exemplos é o Sistema de Informações Gerenciais (SIG), da Autotrac, que consegue entregar tudo isso por meio de controles diários de consumo, velocidade e deslocamento dos veículos, assim como monitorar o tempo gasto com viagens, paradas, descarregamentos e entregas.

5. Vídeo móvel

A popularização e o barateamento das câmeras possibilitaram aos gestores de frotas usá-las em seu auxílio. As câmeras instaladas nas cabines não só dão mais segurança ao condutor e à carga, como também registram evidências caso algo dê errado na estrada.

O mais interessante é que elas podem ser instaladas tanto viradas para a estrada quanto direcionadas para dentro da cabine, com possibilidade de envio de imagens por meio da internet, em tempo real, para que os gestores possam monitorar o estado de cada veículo.

4. Supervisor de jornada

O motorista é o elemento mais importante da logística da empresa, pois ele não é só responsável pela produtividade, mas é também a imagem da empresa a cada entrega feita. Por isso, avaliar a jornada de trabalho dos condutores é algo essencial tanto para garantir a saúde deles quanto para evitar problemas legais e trabalhistas.

Por isso, já existem sistemas que monitoram o tempo de serviço, na condução e em parada de cada colaborador. O Supervisor Jornada, da Autotrac, entrega relatórios mensais e diários com detalhes como hora extra noturna e diurna.

3. Apps de gamificação

Algumas empresas estão usando aplicativos de gamificação ligados às métricas e metas do negócio para engajar e motivar a equipe a produzir mais e melhor. Placar e medalhas virtuais ajudam a tornar a competição amigável entre os condutores, por exemplo, e podem, de acordo com a política da empresa, até virar bônus ou incentivos reais.

E como medir o desempenho dos motoristas? Uma das soluções pode ser o sistema de Telemetria da Autotrac, que monitora a forma como os condutores estão dirigindo os caminhões e registra excessos de velocidade, banguelas, acelerações ou freadas bruscas, marcha lenta excessiva e uma série de outros indicadores. O próprio aplicativo já faz um ranking de motoristas.

2. Sensores de pneus

É possível, com a tecnologia atual, acompanhar a performance dos pneus de toda a frota, online e a distância. Com isso, as empresas diminuem o consumo de combustível, aumentam a vida útil do pneu e garantem que as viagens não tenham imprevistos.

Um dos sistemas que conseguem fazer isso facilmente é o Cyberfleet, da Autotrac, que pode ser utilizado em qualquer marca de pneu e que proporciona relatórios de eficiência e classificação automática de eficiência.

1. Veículos autônomos

A inovação mais avançada na área de transportes é a corrida para ver que empresa consegue entregar carros autônomos seguros para o mercado. Google, Apple e Tesla são as principais empresas na disputa, que conta com outras companhias de tecnologia que fazem pesquisas, mas não as revelam ao público.

A entrega de um veículo autônomo ao mercado consumidor é o ápice da chamada Internet das Coisas (IoT), o que mais une avanços do mundo virtual e do real simultaneamente. Os resultados ainda demoram um pouco a chegar. Mesmo assim, é importante que todo gestor de frota inteligente acompanhe as notícias relacionadas para já vislumbrar para onde anda o mercado.