Seu motorista está precisando abastecer. Ele avista um posto desconhecido, é sua única opção. Por sorte, o combustível está muito mais barato que a média. À primeira vista, parece uma economia, mas pode ser que seu funcionário esteja enchendo o tanque com um produto de baixa qualidade, e é aí que o ditado “o barato […]

Notícias

O que você sabe sobre o combustível que a sua frota usa?

Seu motorista está precisando abastecer. Ele avista um posto desconhecido, é sua única opção. Por sorte, o combustível está muito mais barato que a média. À primeira vista, parece uma economia, mas pode ser que seu funcionário esteja enchendo o tanque com um produto de baixa qualidade, e é aí que o ditado “o barato pode sair caro” começa a fazer sentido.

Não adianta fugir, se você quer garantir uma vida longa aos veículos da sua frota, precisará ter atenção redobrada em relação à qualidade do combustível que seus veículos estão consumindo. Os adulterados podem parecer uma realidade distante, mas são muito mais comuns no mercado do que boa parte das pessoas imagina.

Fique de olho na qualidade do combustível


Parece difícil identificar se o combustível que está sendo comprado é confiável ou não, afinal, da bomba para o tanque, não temos como saber a procedência daquele produto. Mas fique tranquilo, algumas atitudes podem ajudar a evitar prejuízos.

O motorista precisa tomar alguns cuidados, como: 

– Observar a qualidade do posto
Postos sujos, descuidados, com frentistas desuniformizados demonstram falta de cuidado dos seus proprietários. Desconfie da qualidade do combustível. 

Desconfie de postos mal cuidados



– Questione os preços baixos
Diesel muito mais barato do que o da concorrência pode ser um sinal de produto de baixa qualidade. Por mais tentador que seja, nessas horas, é melhor não economizar.

Fique alerta e desconfie de valores mais baixos comparados a concorrência 


– Antecipe-se
Quando se planeja uma viagem, é possível mapear o trajeto e fazer uma busca para encontrar os postos no caminho e suas avaliações entre os usuários.

Também é preciso ficar de olho nos sinais do veículo, como: aumento no consumo, entupimento da bomba, desgaste e corrosão da injeção eletrônica, dificuldade de realizar partidas a frio, problemas de lubrificação nos propulsores.

O motorista está no front das viagens. Prestando atenção nesses fatores, já é possível evitar algumas enganações. Porém, o controle total é uma responsabilidade do gestor de frota, que certamente não tem uma tarefa fácil, pois precisa de uma visão geral sobre tudo e também verificar o combustível com frequência, principalmente quando tem um grande número de veículos rodando.

Para cuidar de tantos detalhes, conte com os produtos AUTOTRAC. Com os nossos rastreadores, você tem acesso aos dados dos veículos na palma da mão, pode controlar melhor o consumo do combustível de todos os carros e ficar de olho nos quilômetros rodados em função do consumo de diesel, para conseguir comparar a produtividade da frota.

Saiba mais e garanta o seu!

É importante ficar alerta ao painel de controle do veículo