Evite esses erros e tenha uma gestão de frotas assertiva e eficiente.

Notícias

Piores erros na gestão de frotas

A gestão de frotas nem sempre é um trabalho fácil. Existem muitas coisas nas quais se deve prestar a atenção para que a logística da empresa seja atendida a contento. No entanto, por mais que o trabalho seja intenso, existem detalhes a que o gestor deve ficar atento. São os erros mais comuns do trabalho e que impactam bastante na produtividade.

E para evitar que os gestores de frotas caiam nesses erros, a Autotrac ajuda com uma série de equipamentos de tecnologia e serviços especializados que facilitam o monitoramento e o acompanhamento de cada um desses pontos. Veja por que eles são essenciais:

Uma das primeiras coisas nas quais o gestor deve prestar atenção é o histórico de cada veículo, ou seja, por onde passou, quanto rodou ou que peças foram consertadas. Não conhecer esses dados pode pegar os gestores desprevenidos. É necessário saber que um veículo precisa de uma peça nova antes que o problema surja no meio da entrega.

Um dos itens mais importantes no check-up da história de cada veículo da empresa é o acompanhamento da vida útil dos seus pneus. Esse acompanhamento deve ser constante. É mais barato, por exemplo, trocá-los em tempo do que arcar com algum imprevisto que possam causar no meio do itinerário.

O acompanhamento do modo como os condutores dirigem diz muito sobre o estado geral dos caminhões e também sobre o consumo de combustível. É possível acompanhar esse rendimento e até recomendar pequenas alterações na forma de os motoristas dirigirem. O resultado é que, ao fim de um ano, pode-se ter uma grande economia nesse quesito, e o dinheiro pode ser revertido em investimentos para outras áreas da empresa.

Além do modo de dirigir, é preciso saber por onde os veículos transitam. O gerenciamento das rotas impacta em tudo, no tempo despendido para cada entrega, no consumo de combustível, na vida útil das peças, entre outras coisas. Em suma, não saber os caminhos que os carros ou caminhões percorrem faz o dinheiro escoar pelo ralo, sem o gestor perceber.

Preste atenção nos tributos e nas taxas. É obrigação do gestor, mas por vezes esse controle passa despercebido por causa das rotinas diárias urgentes do trabalho. Mantenha a documentação em dia para evitar contratempos no caso de os veículos serem parados pelos órgãos de fiscalização. Crie planilhas que alertem sobre a data de expiração dos tributos.

Treine a equipe. Direção prudente e motoristas preparados para todo e qualquer tipo de imprevisto salvam a empresa de maus bocados. Afinal de contas, tudo o que acontece entre o momento em que o caminhão sai da empresa até a sua volta é de responsabilidade dos motoristas. Treiná-los e, a partir disso, deixá-los ter autonomia dá senso de pertencimento, importância e aumenta o cuidado com as metas e os objetivos da empresa.

O mais importante é que, para tudo isso, existe um serviço Autotrac, como o Sistema de Informações Gerenciais, o LogCenter, o serviço de telemetria e até o Centro Virtual de Treinamento. Em resumo, a dica é uma só: para evitar os erros na gestão, o ideal é entrar em contato com a Autotrac.